Dr. Arany Tunes, CRO-SP 57366

Imprensa


Antissépticos bucais não curam o mau hálito


Todos nós já tivemos a oportunidade de conversar de perto com alguém que tem mau hálito.

A situação é desagradável e constrangedora, pois o cheiro é muito forte e nos provoca certa repulsa. Mas, afinal de contas, que cheiro é esse que nos incomoda tanto.

Apesar de existirem cerca de 60 causas diferentes para a halitose (nome científico do mau hálito), em cerca de 96% dos casos o problema está dentro da boca, mais especificamente na nossa língua.

Devido a algumas alterações no nosso organismo, pode ocorrer a formação de uma camada esbranquiçada sobre a nossa língua. Esta camada é chamada de saburra lingual, e é formada basicamente por saliva, bactérias, resíduos alimentares e células descamadas da nossa boca.

Na saburra lingual ocorre a formação de gases (Compostos Sulforados Voláteis - CSV) que tem mau cheiro.

Várias pessoas que tem halitose fazem bochechos com produtos para tentar solucionar o problema. Porém, o que poucos sabem, é que na maioria das vezes estes produtos, além de não resolverem o problema, ainda podem piorar o hálito.

Funciona da seguinte maneira: estes antissépticos possuem álcool na sua formulação. O álcool atua de duas maneiras diferentes dentro da nossa boca, irritando as células (alguns produtos provocam muita ardência) e provocando desidratação.

A irritação e a desidratação destas células fazem com que aumente a descamação, aumentando a saburra e o hálito.

Pode até ser que alguns minutos após a realização dos bochechos o hálito melhore um pouco, pois estes produtos têm cheiro bem forte. Porém, após cerca de meia hora o cheiro do produto passa e o mau cheiro do hálito volta a predominar.
Infelizmente, nem sempre as grandes indústrias farmacêuticas incorporam em seus produtos conhecimentos obtidos em pesquisas científicas.

Por outro lado, o investimento em marketing é enorme, para garantir boas vendas.

Após escovar os dentes, verifique a aparência da sua língua. Caso seja possível ver uma camada esbranquiçada lá no fundo, com quase certeza você tem halitose.

Mesmo que você não perceba o cheiro (chamamos esta condição de fadiga olfatória), outras pessoas podem senti-lo.

Limpar a língua também não resolve, pois esta camada forma-se continuamente.

É recomendável procurar ajuda de um profissional especializado e tratar a causa do problema.

Gastar dinheiro com antissépticos, além de não resolver o problema, pode piorar o hálito.

Caso você tenha alguma dúvida a respeito da halitose, entre em contato conosco.

*Dr. Arany Tunes é Cirurgião-Dentista e atende casos de halitose em seu consultório


Quero receber mais informações

Voltar


Todos os direitos reservados Clínica Halit® - Desenvolvido por Guia-se

Dr. Arany Tunes é Cirurgião-Dentista, atende casos de halitose (mau hálito) e possui vasta experiência na área. A Clínica Halit oferece, desde a primeira consulta, o tratamento de combate ao mau hálito, e atua na indicação de remédio para mau hálito.
No tratamento do mau hálito, o paciente será sempre atendido com absoluto sigilo, discrição e competência no assunto. Atendemos casos de halitose nas clínicas em São Paulo, Campinas, Sorocaba, Indaiatuba e Piracidade/SP.


Atende outras cidades da região: Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos, Vinhedo, Piracicaba, Limeira, Capivari, Jundiaí.


Grande São Paulo e Região de Sorocaba: Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Diadema, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mogi das Cruzes, Sorocaba, Itapetininga, Tietê, Itu, Tatuí, Taboão da Serra, Jarinu, Alphaville, São Roque, Barueri, Jandira, Itapevi, Vargem Grande Paulista, Cotia, São Lourenço da Serra, Juquitiba, Embu-Guaçu, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Santa Isabel, Arujá, Mairiporã, Caieiras, Mauá, Itaquaquecetuba, Guararema, Salesópolis, Biritiba-Mirim, Cubatão, Pirapora do Bom Jesus, Sarapuí, São Miguel Arcanjo, Pilar do Sul, Tapiraí, Piedade Salto de Pirapora, Votorantim, Capela do Alto, Iperó, Tuiuti, Morungaba, Itatiba, Campo Limpo Paulista, Araçariguama, Cabreúva, Várzea Paulista, Itupeva, Louveira, Bom Jesus dos Perdões, Itu, Ibiúna, Nazaré Paulista, Piracaia, Joanópolis, Iperó, Capela do Alto, Atibaia, Porto Feliz, Capivari, Rafard, Guareí, Cesário Lange, Porangaba, Angatuba.


Outras regiões do país: Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia.