Dr. Arany Tunes, CRO-SP 57366

Imprensa


Dia nacional do combate ao mau hálito


A aparência da nossa língua sempre foi relacionada com a nossa saúde.

Quem nunca viu num filme, numa novela, ou até mesmo num consultório, o médico pedir para o paciente colocar a língua para fora?

Apesar de ser uma cena muito comum para nós, dificilmente temos a curiosidade de examinar a nossa língua na frente do espelho. Talvez uma informação mude o nosso comportamento: dependendo da aparência da língua, pode ser que você tenha mau hálito.

Você deve estar pensando: "Eu não tenho mau hálito, pois nunca senti cheiro ruim vindo da minha boca". Pode até ser que você não tenha mau hálito, mas saiba que muita gente que tem o problema não sente o cheiro que vem da própria boca.

Isto ocorre devido a uma condição que chamamos de fadiga olfatória. Quem já teve a oportunidade de ir para São Paulo já deve ter se perguntado como é que as pessoas que moram perto do rio Tietê conseguem conviver com aquele cheiro. É simples, pois elas não sentem mais o cheiro, já se acostumaram com ele, ou melhor, entraram em fadiga olfatória.

Estima-se que no Brasil cerca de 51 milhões de pessoas tenham halitose (nome científico do mau hálito).

Caso você tenha, não é um privilégio seu.
Então, vale a pena perder alguns segundos em frente ao espelho e dar uma olhada na língua.

Para começar, é interessante saber como é o aspecto de uma língua normal.
Ela parece um tapete felpudo, pois não é lisa. Deve ser inteira avermelhada, e talvez você perceba algumas bolinhas, que na verdade são papilas gustativas, o que nos faz sentir o gosto dos alimentos.

Em algumas pessoas, forma-se sobre a língua, principalmente no fundo (próximo à garganta), uma camada esbranquiçada, que chamamos de saburra lingual.

Caso a sua língua apresente esta camada, mesmo que seja só um pouco, com certeza você tem mau hálito e precisa se tratar, pois o problema tem cura.

Na língua dos fumantes ou de quem toma muito café, esta camada fica amarelada ou marrom, mas o problema continua.

Limpar a língua faz com que o problema se amenize, e existem hoje no mercado vários limpadores, embora a maioria tenha eficiência duvidosa.

O problema é que, por mais que você limpe a língua, cerca de 8 horas depois, lá está a camada esbranquiçada provocando mau hálito de novo.

O ideal é fazer um tratamento para descobrir a causa da formação desta camada e eliminar de vez o problema.

*Dr. Arany Tunes é Cirurgião-Dentista e atende casos de halitose em seu consultório


Quero receber mais informações

Voltar


Todos os direitos reservados Clínica Halit® - Desenvolvido por Guia-se

Dr. Arany Tunes é Cirurgião-Dentista, atende casos de halitose (mau hálito) e possui vasta experiência na área. A Clínica Halit oferece, desde a primeira consulta, o tratamento de combate ao mau hálito, e atua na indicação de remédio para mau hálito.
No tratamento do mau hálito, o paciente será sempre atendido com absoluto sigilo, discrição e competência no assunto. Atendemos casos de halitose nas clínicas em São Paulo, Campinas, Sorocaba, Indaiatuba Piracicaba/SP.


Atende outras cidades da região: Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos, Vinhedo, Piracicaba, Limeira, Capivari, Jundiaí.


Grande São Paulo e Região de Sorocaba: Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Diadema, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mogi das Cruzes, Sorocaba, Itapetininga, Tietê, Itu, Tatuí, Taboão da Serra, Jarinu, Alphaville, São Roque, Barueri, Jandira, Itapevi, Vargem Grande Paulista, Cotia, São Lourenço da Serra, Juquitiba, Embu-Guaçu, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Santa Isabel, Arujá, Mairiporã, Caieiras, Mauá, Itaquaquecetuba, Guararema, Salesópolis, Biritiba-Mirim, Cubatão, Pirapora do Bom Jesus, Sarapuí, São Miguel Arcanjo, Pilar do Sul, Tapiraí, Piedade Salto de Pirapora, Votorantim, Capela do Alto, Iperó, Tuiuti, Morungaba, Itatiba, Campo Limpo Paulista, Araçariguama, Cabreúva, Várzea Paulista, Itupeva, Louveira, Bom Jesus dos Perdões, Itu, Ibiúna, Nazaré Paulista, Piracaia, Joanópolis, Iperó, Capela do Alto, Atibaia, Porto Feliz, Capivari, Rafard, Guareí, Cesário Lange, Porangaba, Angatuba.


Outras regiões do país: Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia.